Risco Específico x Risco Sistemático: Entenda a diferença e invista melhor!

0
65

Como qualquer ação tomada na vida envolve algum risco, no universo dos investimentos não é diferente.

O risco remete a ideia de incerteza, o que se traduz no mercado por variação de preços, quanto maior a variação do preço dentro de um intervalo de tempo, maior seu risco.

Em outras palavras, risco é um conceito relacionado a perigo, ameaça ou insucesso. Ou seja, é a chance de algo não sair conforme o planejado.

Quando nos referimos aos investimentos, o risco pode se dividido em 2 partes principais, o risco de mercado (risco sistemático) e o risco específico do ativo (risco não-sistemático).

  • O risco de mercado está ligado a fatos externos que impactam amplamente o mercado como, por exemplo, a pandemia do novo coronavírus que impactou todo o mercado, ou uma guerra comercial entre grandes potências.
  • Já o risco específico está ligado ao ativo em questão. Um exemplo seria o rompimento da barragem de uma mineradora, que afeta aquela empresa em questão. Outro exemplo poderia ser o anúncio conturbado e rápido da saída de um Diretor Presidente de seu cargo, o que também afetaria só aquela empresa em específico.

Portanto entender sobre risco é aspecto fundamental para te ajudar a tomar melhores decisões de investimento.

Quando conhecemos os riscos envolvidos de cada produto, nossas chances de erro também são menores. Escrevi um artigo apontando os 5 erros que 99% dos investidores iniciantes cometem, veja aqui para não cair nesta estatística.

Quer saber mais sobre investimentos? Clique aqui e fale com nosso parceiro.

Responder