5 erros dos investidores iniciantes: Descubra se você está comentendo algum deles!

0
82

Algumas pessoas, na hora de começarem a investir, cometem alguns erros comuns e que são
facilmente evitáveis. Descubra se você também está cometendo algum deles:

1 – Agir por impulso, sem tomar conhecimento de seu cenário financeiro atual

Sem conhecer seus reais objetivos e seu cenário financeiro atual, a chance de fazer escolhas
erradas é muito grande. Com um planejamento financeiro claro de onde está e para onde quer
chegar, você saberá exatamente o momento ideal para investir, o quanto e em qual produto
alocar os seus recursos.

2 – Seguir o “Efeito manada”

Quando se começa a investir, por não possuir muita familiaridade com o assunto, nos deixamos influenciar mais facilmente pelo comportamento comum.

Um exemplo disso é o que aconteceu com a crise do Covid-19, na qual a baixa do Ibovespa levou muitos investidores a venderem suas posições devido ao pânico e incerteza que o cenário causou.

Muitos investidores iniciantes, motivados pelo medo e incerteza, seguiram esse comportamento e se desfizeram de suas posições sem tomar conhecimento se era, de fato, a melhor alternativa.

3 – Não avaliar o seu perfil de investidor

Ao fazer aplicações que não estão de acordo com o seu perfil de investidor – comumente tomando mais risco do que o seu perfil adverte – pode levar o investidor iniciante a ficar insatisfeito e até frustrado com suas aplicações.

Isso nos leva ao próximo erro.

4 – Não conhecer o produto no qual está aplicando

Conhecer o produto no qual está aplicando é essencial para tomar conhecimento do risco que estará sujeito, qual será o potencial retorno e qual é o horizonte de investimento sugerido para essa aplicação.

Esse conjunto de fatores será decisivo na escolha de alocação no produto financeiro.

5 – Focar em um rápido retorno financeiro 

Ansiosos por estarem iniciando seus investimentos, é comum focar em um rápido retorno
financeiro para aproveitar o prêmio de ter poupado seus recursos.

Porém, devemos nos atentar à importância de se pensar ao longo prazo quando se trata de
investimentos.

Principalmente na renda variável, se focamos em um retorno rápido, corremos o risco de alocar nossos recursos em aplicações que não seriam as ideais. Lembre-se que para montar um portfólio é necessário disciplina e paciência.


Quer saber mais sobre investimentos? Clique aqui e fale com nosso Parceiro

Responder